Dia Nacional de Combate ao Fumo alerta sobre os males do cigarro

Postado por: John 29/08/2019 0 Comentários Saúde,

A Lei Federal 7.488 de 1986 criou o Dia Nacional de Combate ao Fumo. A data inaugura uma série de normas e orientações que visam o combate ao tabagismo, que é considerado um problema de saúde coletiva. O hábito de fumar pode prejudicar a qualidade de vida, além de causar dependência dficultando a saída do vício.

O cigarro pode causar por volta de 50 doenças diferentes. Entre elas, fumo está ligado à ocorrência de diversos tipos de câncer, doenças respiratórias e problemas ligados ao coração. 90% dos casos de câncer do pulmão, por exemplo, estão ligados ao fumo.

Um estudo realizado pelas revistas Saúde e Claudia, em parceria com a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, revelou que o tabagismo está em declínio no Brasil, mas que o fácil acesso dos jovens ao cigarro pode ser ainda mais prejudicial.

Em entrevista para o portal Saúde, o cardiologista da Socesp, Carlos Costa Magalhães falou sobre os estragos que o fumo causa ao coração, interferindo na produção de substâncias que protetoras como óxido nítrico que deixam as artérias vulneráveis ao acúmulo de gordura, além de interferir no mecanismo de contração e relaxamento do órgão, dificultando a circulação do sangue.

Parar com o vício não é tão simples e requer paciência. Em muitos casos, a ajuda psicológica especializada é essencial para que o fumante que quer abandonar o cigarro possa lidar com os sintomas causados pela abstinência. O apoio das pessoas que convivem com o fumante também é fundamental nesse momento.

Além disso, uma mudança nos hábitos do ex-fumante pode ser necessária, para que ele estabeleça uma rotina que envolva a prática de exercícios físicos e melhores hábitos alimentares.

Etiquetas:tabagismo